J. Cole se junta a Manifestantes George Floyd em Fayetteville, Carolina do Norte

Assim como fez após a morte de Michael Brown em 2014, bem como eric Garner no mesmo ano, J. Cole se viu mais uma vez na linha de frente do protesto de sábado (30 de maio).

Desta vez, ele estava de volta em sua cidade natal, Fayetteville, Carolina do Norte ao lado do astro da NBA Dennis Smith Jr. marchando em direção ao Departamento de Polícia de Fayetteville em nome de George Floyd. Floyd, que nasceu em Fayetteville, morreu na segunda-feira (25 de maio) sob custódia da polícia em Minneapolis, Minnesota.

Cole falou com indivíduos que se reuniram no protesto, mas informou que não queria tirar fotos, pois isso “prejudicaria” a mensagem geral do protesto sobre a brutalidade policial e a justiça para Floyd.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

#JCole joins #GeorgeFloyd protestors in Fayetteville, NC 🙏⁠ ⁠ Hit the link in bio to read more! #DXNews

Uma publicação partilhada por HipHopDX (@hiphopdx) a

Recentemente, os fãs têm repartido a tocante performance de Cole no The Late Show with David Letterman em 2014 para significar o quanto não mudou desde então.

Cole canta na música: “Tudo o que queremos fazer é quebrar as correntes da dor, tudo o que queremos fazer é ser livres.”

 

 

“Quando fiz a música, ela veio de um lugar louco”, disse Cole a Angie Martinez sobre a música e a performance em 2014. “E eu era como, eu não sei se eu posso voltar para aquele lugar, mas … quando chegamos ao ensaio, comecei a ler artigos, e vi o vídeo novamente para me colocar de volta no mainframe. É a coisa mais importante que eu já fiz no palco.”

Revisite a música abaixo.

 

Escreva aqui seu comentário

Peter Rosenberg lembra aos fãs que Kendrick Lamar fez uma das maiores declarações políticas de Hip Hop de todos os tempos
Ice-T revela a única linha de 'O.G. Original Gangster' que ele vive