J. Cole responde a reação de ‘Snow On Tha Bluff’: ‘Siga o Nome’

J. Cole surpreendeu uma nova música chamada “Snow On Tha Bluff” na noite de terça-feira (16 de junho), que muitos rapidamente assumiram ser uma resposta às críticas de Noname de “vocês rappers favoritos” não falando sobre Black Lives Matter.

Enquanto o Twitter se iluminava com críticas, com alguns se referindo à canção como “surdo de tom”, Cole evidentemente sentiu que precisava se defender e publicou uma série de tweets na manhã de quarta-feira (17/06).

“Bom dia. Eu estou por trás de cada palavra da música que caiu ontem à noite”, escreveu ele. “Certo ou errado eu não posso dizer, mas eu posso dizer que foi honesto. Alguns assumem saber de quem é a música. Tudo bem para mim, não é meu trabalho dizer a ninguém o que pensar ou sentir sobre o trabalho. Aceito todas as conversas e críticas. Mas siga @noname.”

Cole então explicou por que ele acha que Noname é mais adequado para falar sobre a atual agitação civil nos Estados Unidos e admitiu suas próprias deficiências percebidas.

“Eu a amo e a honro como líder nestes tempos”, continuou ele. “Ela tem feito e está fazendo a leitura e a escuta e o aprendizado no caminho que ela realmente acredita ser o correto para o nosso povo. Enquanto isso, um negro como eu só está fazendo rap.

“Eu não tenho feito muita leitura e eu não me sinto bem equipado como um líder nestes tempos. Mas eu penso muito. E eu aprecio ela e outros como ela porque eles desafiam minhas crenças e eu sinto que nestes tempos isso é importante.”

Ele terminou com: “Podemos não concordar um com o outro, mas temos que ser gentis um com o outro. [Paz].”

“Snow On Tha Bluff” foi supostamente uma resposta a um tweet no qual Noname disse: “os pobres negros de todo o país estão colocando seus corpos em risco em protesto pela nossa segurança coletiva e vocês rappers favoritos nem sequer estão dispostos a colocar um tweet[…] niggas discografias inteiras são sobre a situação negra e eles não estão onde encontrar.

Confira a música abaixo.

Escreva aqui seu comentário

3º Subchefe da Polícia dispara contra sua própria cabeça por não ser promovido há 34 anos
Tentativa do Twitter de cancelar Kendrick Lamar pode ter acabado de arquivar seu novo álbum