Earl Sweatshirt critica postura do J. Cole com novo som: “brega”

Sempre militando pela comunidade negra, recentemente Noname fez duras criticas aos rappers que venderam muitos álbuns com músicas falando de questões do povo negro ao longo da história, e estiveram silenciosos em redes sociais durante a grande repercussão do caso do George Floyd, afro-americano de 46 anos morto em violenta ação policial em Minnesota.

Embora tenha se posicionado sobre o tema participando de manifestação por justiça sobre a morte do George Floyd há poucas semanas, J. Cole resolveu usar sua arte para expressar seus sentimentos de forma mais clara em relação a essa cobrança levantada por Noname e também parcela do público.

De surpresa, ontem (16) de noite o rapper liberou faixa inédita intitulada “Snow On Tha Bluff”, a qual muitos presumiram conter resposta para o post da Noname. “Ela está brava com as celebridades, eu discretamente acho que ela está falando sobre mim”, rima Cole em certo ponto do som, onde parece se referir subliminarmente à forma da Noname de se posicionar agressivamente em redes sociais contra pessoas compartilhando a mesma luta ao invés de tentar passar o conhecimento e visão que acredita ter de forma construtiva e humilde.

No som, Cole diz que é apenas um homem comum como muitos, e não um grande líder do povo negro, como tentam retratá-lo. Diante da repercussão do material, hoje (17) o rapper apareceu em redes sociais declarando: “bom dia. Eu sustento cada palavra do som que foi lançado noite passada. Certo ou errado? Não consigo dizer, mas posso dizer que foi honesto. Alguns presumem saber sobre o que é o som. Tá de boa para mim, não é meu trabalho dizer a ninguém o que achar ou sentir sobre o trabalho. Eu aceito todas conversas e críticas, mas deixe-me usar esse momento para dizer. Sigam a @noname. Eu amo e a honro como uma líder nesses tempos. Ela tem lido, ouvido e aprendido o caminho que ela acredita ser o correto para nosso povo. Enquanto isso, um mano como eu está apenas fazendo rap. Não li muito e não me sinto bem equipado para exercer o papel de um líder nesses momentos. E eu aprecio ela e outras pessoas como ela, porque desafiam minhas crenças e sinto que isso nesse momento é importante. Podemos não concordar um com o outro, mas precisamos ser gentis um com o outro”.

Com o assunto se tornando tema de grandes debates entre fãs da comunidade hip-hop, hoje (17) de tarde Chance The Rapper criticou a conduta do Cole. Nome de conceito da cena do rap, Earl The Sweatshirt também falou de forma não muito positiva sobre o posicionamento do linha da frente da Dreamville.

“Várias verdades baby, deixa rolar, isso nem mesmo é complicado”, disse ele inicialmente em post no Twitter, e com muitos fãs acreditando que a publicação fosse algum tipo de indireta para Cole, Earl continuou: “lol, antes de me agrupar em qualquer coisa, deixe-me expressar que a primeira verdade de muitas é que essa parada foi apenas brega. Seria como se em uma das noites depois da morte do Big Floyd um rapper branco (um que as pessoas gostam) fizesse uma música falando: ‘eu sou inculto sobre sua situação’, apenas de mal gosto, lol”.

Em uma aparente alusão ao fato do Cole ter dito não se sentir como um grande líder e ao começo de “Snow On Tha Bluff”, onde o rapper diz: “manos acham que eu sou profundo, inteligente, enganados pelo meu diploma universitário / Meu Q.I. é mediano”, Earl continuou falando: “e se vocês ficassem bravo com vocês mesmos, que buscam do Cole mais do que ele tem a dar? O mano colocou suas cartas na mesa, falando: ‘eu fui no colégio, eu não sei das coisas’”, e refletindo sobre o público ter eleito ele como um grande representante.

 

Escreva aqui seu comentário

Música inédita do Busta Rhymes com Drake e batida do J. Dilla surge na internet
Nicki Minaj manda mensagem para Lil Nas X após rapper confessar ter escondido ser fã dela por medo