Doja Cat testa positivo para COVID-19 meses depois de zombar de pessoas com medo do vírus

A vida pandêmica de Doja Catteve sua cota de reviravoltas e agora a cantora de “Say So” de 24 anos está revelando que testou positivo para COVID-19.

Em entrevista ao Capital XTRA na sexta-feira (24 de julho), Doja detalhou como lidou com o vírus.

“Eu fico em casa, eu tenho COVID … Honestamente, não sei como isso acontece, mas acho que pedi algo aos Postmates e não sei como consegui, mas consegui”, disse Doja a Yinka e Shayna Marie, do Capital XTRA. “Estou bem agora, foi um surto de sintomas de 4 dias, mas estou bem agora.”

Em março, Doja foi ao Instagram Live para uma sessão com fãs onde denunciou o vírus e a própria pandemia.

“Puta, eu não tenho medo de um coronavírus ou da versão de cerveja muthafuckin dessa merda”, disse ela. “Eu vou pegar corona e então eu vou ter uma Corona, porque eu não dou a mínima para corona, puta. É uma gripe!”

Ela acrescentou: “Eu não estou com medo, vocês são bucetas, ponto final. Você só toma um pouco de Mucinex e bebe água, chá e dorme – isso é tudo que você tem que fazer. Vocês têm tanto medo de uma maldita coroa. Vocês estão com tanto medo de corona que eu preciso de uma Corona.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

#dojacat ain’t scared of no damn corona virus .

Uma publicação partilhada por DJ Akademiks (@akademiks) a

As controvérsias de quarentena de Doja se acumularam desde que a pandemia começou. Em 24 de maio, Doja foi ao Instagram se desculpar depois que foi revelado que ela estava supostamente se envolvendo em salas de bate-papo incel fazendo piadas racistas. Ela também se desculpou por uma música de 2015, “Dindu Nuffin”, em homenagem a um “termo pejorativo usado para zombar de negros que cometem crimes, e as desculpas que são feitas para eles”.

Fãs tentaram cancelar a cantora com a hashtag #dojacatisoverparty depois que a música e o vídeo dela nas salas de bate-papo reapareceram.

“Quero abordar o que está acontecendo no Twitter”, escreveu ela. “Uso salas de bate-papo públicas para socializar desde criança. Eu não deveria ter estado em alguns desses sites de bate-papo, mas eu pessoalmente nunca estive envolvido em qualquer conversa racista. Sinto muito a todos que ofendi.”

Ela continuou: “Eu sou uma mulher negra. Metade da minha família é negra da África do Sul e estou muito orgulhosa de onde venho. Quanto à velha canção que reapareceu, não estava de forma alguma ligada a nada fora da minha própria experiência pessoal. Foi escrito em resposta a pessoas que muitas vezes usavam esse termo para me machucar. Eu tentei mudar seu significado, mas reconheço que foi uma má decisão usar na minha música.”

Escreva aqui seu comentário

Naice Zulu anuncia novo Álbum " A Era de JLO"
Kanye West pede desculpas a Kim Kardashian por recentes desabafos no Twitter