Anakróniko MC ofende MCK, Sixckim, Kid MC, Pai Grande O Poeta, Salomão Rei e mais artistas em entrevista

Anakrónico, integrante do colectivo “Golf Street” e da temida “Horrortrópole”,  é conhecido por ser duro e radical nas suas abordagens tendo mencionando nomes de diversos artistas nacionais  nas suas músicas. Em entrevista realizada pela Skit Company  “Senhor Forever”  revelou  algumas particularidades como artista bem como a sua linha de pensamento sobre outros artistas do movimento.

Fala-se muito do Anakróniko MC enquanto “punchliner” mas quem é realmete o Anakroniko Mc?

Eu sou a m*rda toda, simples assim, quando quieres ter algo que seja totalmente oposto desses merdas que andam por aí desde a Força Suprema ao Projecto X então sintonize Anakróniko.

Em situação de Covid-19, uma vez que não há espetáculos, como mantens a arte em pleno?

O Hip Hop é muito mais do que música Rap sabes, então quero eu dizer que independente de não haver shows, não há impedimentos para se realizar sessões de Studio,  debates com os mais novos acerca do movimento e certamente isto não impede com  que caneta  fale.

O que se pode esperar do Anakroniko MC neste tempo de pandemia?

Certamente, estamos a finalizar o Retro V que sai ainda este mês , como sempre digo, não estou aqui pela maioria, a minha música vai sempre existir independente de tudo, apoio de Rádios, Tv, Blogs… Eu sempre serei a m*rda existente nos confins do Underground.

Desde Dezembro Anakróniko MC tem lançado uma Mixtape em cada mês, sendo assim, somam-se quantos projetos lançados?

Até agora são apenas 14 projectos desde Mixtapes, EP´s, Street Álbuns etc. Isso individualmente porque em colectivo seriam 17 projectos variados entre a Horrortrópole, Golf Street entre outros.

Como tem sido o feedback do público durante estes lançamentos sucessivos?

Ouço opiniões divergentes por todo o lado, recebo muitos telefonemas, mensagnes… Alguns para apoiar simplesmente outros para dar o seu parecer , mas eu tenho o meu posicionamento em relação a isso. O Retro V é um facto consumado, aguardem.

Que razões o levam a “disparar” contra outros Rappers independentemente do Underground ou Maenstream?

Acho que a pergunta justa sería como não disparar contra os Rappers? Vendo o quanto eles banalizam a nossa arte, já agora  mandar uns p*tas que pariu para o MCK, Pai Grande O Poeta, Kiambote, Sixckim, Salomão Rei, Fly Skuad, Eva Rap Diva, Extremo Signo etc. Se quiserem algum esclarecimento aprofundado sobre isto, façam algo, ouçam as minhas músicas e entendam de uma vez por todas.

Uma vez que procede deste modo com os artistas que supostamente “ banalizam a arte” tens inimigos declarados no Rap?

Claro, eu sou oposto a todos os “niggas” que outrora mencionei e até ao que não mencionei, o Hip Hop é Contra Cultura então sou contra todo gajo armado em mentalmente reduzido que moderniza seus pensamentos para fazer as suas m*rdas e banalizar o Hip Hop, como Kool Klever , Luso, Kid Mc, Nga, Abdiel, Ready Neutro etc.

Pelo seu carácter selectivo e bastante “crítico” que editoras discográficas negarías assinar para os seus lançamentos?

Várias hahaha(risos) como a Masta Kapa, Mad tapes, Cave Play, Galaxia, por aí fora, nunca me aliaría a nenhuma dessas editoras, NUNCA! Elas não me representam.

Umas vez que é integrante de dois colectivos de Rap (Golf Street e Horrortrópole) como consegues lidar com esta situação?

Simples, eu fui predestinado para isto. Eu nasci pra ser o que sou tanto Horrortrópole como Golf Street. É o que me caracteriza e representa.

Comentários

09/07/2020

😀😀😀

Dicionário Mental
13/07/2020

Estamos no mesmo ângulo, mas não na mesma visão, certo que é a mesma arte, mas difere underground. Para complementar, eu desejo a morte para todos merdas que banalizam a cultura. Estamos juntos tropa. .... " Golf Street"

Escreva aqui seu comentário

Guardião junta-se a Legacy e Viruz A Peste em um novo duelo transatlantico(single)
Rappers da Old School de Angola reagem a "Beef's" entre C4Pedro e Preto Show