Adolescente que gravou morte de George Floyd diz que está ‘traumatizada’

A adolescente que gravou o vídeo viral da trágica morte de George Floyd, diz que ficou traumatizada com a reação online que está recebendo.

De acordo com o TMZ,Darnella Frazier, de 17 anos, compartilhou o clipe original, e depois de postar o vídeo, ela recebeu muitas críticas por não intervir enquanto a oferta da polícia segurava seu joelho no pescoço de Floyd.

Ela postou: “Não espero que ninguém que não tenha sido colocado na minha posição entenda o porquê e como me sinto do jeito que me sinto”, escreveu Frazier no Facebook. “Eu sou um menor! 17 anos, claro que não vou lutar contra um policial que estou com medo. Eu não dou a dois porras sobre o que vocês teriam feito porque vocês estavam lá? Não. A luta teria matado alguém ou na mesma posição em que George (que descanse em paz) estava. Se não fosse por mim, 4 policiais ainda teriam seus empregos, causando outros problemas.”

“Meu vídeo foi para todo o mundo para todos verem e conhecerem! A família dele foi contatada! A polícia definitivamente teria varrido para debaixo do tapete com uma história encoberta”, continuou Darnella. “Em vez de me bater, OBRIGADO! Porque poderia ter sido um de seus entes queridos e você gostaria de ver a verdade também.”

Em entrevista ao NowThis,Frazier disse que está sobrecarregada desde que testemunhou a morte de Floyd. “Eu vi este homem morrer. Eu era o único que estava gravando a coisa toda. Eu o vi morrer”, disse ela. “Eu postei o vídeo ontem à noite, e ele só se tornou viral. E todo mundo está me perguntando como eu me sinto? Não sei como me sentir. … É tão triste, mano. Este homem estava literalmente aqui, às 20h de ontem.” Veja o vídeo abaixo.

Escreva aqui seu comentário

Young Thug atinge Houston apesar das ameaças de Sauce Walka
Como políticos e candidatos estão reagindo ao assassinato de George Floyd